Notícias

Greca anuncia extensão do Ligeirão Santa Cândida até o Capão Raso

Foto: Pedro Ribas/SMCS

| 19/7/2018

O prefeito Rafael Greca anunciou, nesta quinta-feira (19/7) durante a inauguração da escultura de Tomie Ohtake na Praça do Japão, a abertura da licitação paras as obras da segunda etapa do Ligeirão Norte-Sul, desde o Santa Cândida até o Capão Raso, para benefício de mais de 160 mil passageiros por dia.

“O Capão Raso vai ser servido pelo Ligeirão a partir do ano que vem”, disse Greca. ”São mais cinco estações. O eixo continua funcionando e a obra será feita com o padrão Curitiba de rapidez, nada de demorar cinco anos como na outra gestão.”

Depois de cumpridos os procedimentos legais para execução da obra, a estimativa é que em março do ano que vem a extensão do Ligeirão já esteja funcionando. Atualmente, o Ligeirão opera no trecho Santa Cândida-Praça do Japão, com ponto inicial e final na estação Bento Viana, a cerca de 250 metros da praça.

Eficiente e barato
“A extensão da linha terá o desalinhamento de mais estações-tubo, de maneira que 168 mil pessoas vão e voltem todos os dias nesse nosso sistema que é imitado por 25 cidades do mundo e custa muito menos do que o metrô enterrado”, completou Greca. “Tenho a alegria de anunciar que esse ato de comemoração dos 110 anos da imigração japonesa com a inauguração da escultura de Tomie Ohtake.”

 “Buscamos eficiência para dar mais rapidez ao transporte, que me fizeram cortar um pedacinho da praça. Para compensar, ofereci a escultura da Tomie Ohtake”, afirmou Greca.

Ao colocar ligeirão Norte-Sul em operação até a praça, a Prefeitura deu uso à infraestrutura de ultrapassagem, ao longo de 11 quilômetros de canaletas, que estava pronta e ociosa desde 2014 e na qual foram investidos R$ 16 milhões. Um curto trecho na rua contígua à praça serve ao retorno dos ônibus do Ligeirão.

Extensão
Para o novo trecho, a Prefeitura já tem R$ 15 milhões aprovados, em recursos do Orçamento Geral da União (OGU), para obras de desalinhamento de cinco estações-tubo no eixo da Avenida República Argentina. Para o funcionamento desta segunda etapa serão desalinhadas as estações Silva Jardim, Dom Pedro I, Morretes, Carlos Dietzsch e Itajubá. O edital deverá ser publicado ainda neste mês e a previsão de início das obras é para o último trimestre deste ano.

Mais transporte público
Em paralelo ao processo de licitação das obras da segunda etapa do Ligeirão Norte-Sul, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) encaminhará, para a aprovação junto à Caixa Econômica Federal, os projetos para a ligação completa da Linha Direta, desde o Terminal Santa Cândida ao Pinheirinho.

Mais oito estações serão desalinhadas completando o percurso. A estimativa, considerando os tempos de execução, aprovação dos projetos junto aos organismos financiadores e liberação do recurso pelo governo federal, é que a linha esteja operando de ponta a ponta (Santa Cândida-Pinheirinho) até 2020.

Categoria: Transporte Coletivo

Arquivos

Dezembro 2018
Novembro 2018
Outubro 2018
Setembro 2018
Agosto 2018
Julho 2018
Junho 2018
Maio 2018
Abril 2018
Março 2018
Fevereiro 2018
Janeiro 2018
Dezembro 2017
Novembro 2017
Outubro 2017
Setembro 2017
Agosto 2017
Julho 2017
Junho 2017
Maio 2017
Abril 2017
Março 2017
Fevereiro 2017
Janeiro 2017
Dezembro 2016
Novembro 2016
Junho 2016
Maio 2016
Abril 2016
Março 2016
Fevereiro 2016
Janeiro 2016
Dezembro 2015
Novembro 2015
Outubro 2015
Setembro 2015
Agosto 2015
Julho 2015
Junho 2015
Maio 2015
Abril 2015
Março 2015
Fevereiro 2015
Janeiro 2015
Dezembro 2014
Novembro 2014
Outubro 2014
Setembro 2014
Agosto 2014
Julho 2014
Junho 2014
Maio 2014
Abril 2014
Março 2014
Fevereiro 2014
Janeiro 2014
Dezembro 2013
Novembro 2013
Outubro 2013
Setembro 2013
Agosto 2013
Julho 2013
Junho 2013
Maio 2013
Abril 2013
Março 2013
Fevereiro 2013
Janeiro 2013
Dezembro 2012
Novembro 2012
Outubro 2012
Setembro 2012
Agosto 2012
Julho 2012